20 de dezembro de 2013


Todos os grandes saberes antigos
os ditos filosóficos e as leis dos físicos
desvendaram, sem saber, o maior mito
que um dia fez sentido em minhas agonias:
Toda força natural e magnífica
coexiste em dependência de uma contrapartida
que, de tão oposta, parece esquisita,
mas que lhe é não menos que essencial.
Para ser sã e branda
necessito antes da loucura que me canta
que para ser forte e pronta
necessito antes de quem me seja desafio e porto
que para ser luz e riso
necessita antes de quem lhe seja frágil e boba
que para ser poeta e apaixonada
necessito antes de quem me roube a fala.
Ser contigo assim, em tão exata contradição
é o que me equilibra e me faz evoluir.
.

1 bedelhos:

Rita Loureiro disse...

ô minina, pensou em mim foi? vish, me li todinha! :)

 

Copyright 2010 Verbo Intransigente.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.