23 de março de 2012


Me voy.
Olvidando de todo que me pone nombre,
tengo dicho el nombre más rico
de lo que no me tiene.
Soy cielo negro sin estrellas dentro de mis ojos;
me voy, sí, de párpados cerrados,
pero de pecho abierto.
Soy lo que no es cierto, pues no tengo norte,
y nadie que amo hay un día de tenerme...
Mi corazón es vagabundo,
pero soy monógama de la libertad.
.

18 de março de 2012


Panapanácéia:
- a cura de todos os males está nas borboletas.
.

"Livro de poesia é dicionário ao contrário" - Iana Carolina

Pode um eu empírico
se apaixonar por um eu lírico?
Na minha mania de nomear
fui bestificada pelo erro mais lindo do mundo...
o poeta bordou de rima
aquilo em que a criança já é graduada:
errar no sentido do estabelecido
pra acertar no sentido do olho.
Poeta de verdade é cientista de inverdades
- porque tudo aquilo que tem significado
já não significada mais nada.
.

7 de março de 2012


E ri ao me flagrar numa estranha satisfação
pela minha própria falha...
Há algo de patologicamente melancólico em mim
que se apraz com cada derrota que conquisto.
Sou isto: a busca pela eterna inspiração;
mas que tempo terei eu de tecer versos
se minhas mãos estiverem ocupadas
por pares perfeitos de seios?
Anseio pela felicidade que anseio não ter.
Sou poeta frustrada por profissão:
crio a melhor ilusão
pra periodicamente perder a razão
e me suicidar com a caneta.
.

3 de março de 2012


Busco pelo que sustenta
as fracas voltas do planeta;
sou o que carrego comigo:
bússola, faca e luneta.
.
 

Copyright 2010 Verbo Intransigente.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.