5 de fevereiro de 2012


Das complementaridades sinto
que mais oposta sou àquilo que me faz bem.
Se é equilíbrio ou contravenção, nem sei
sei que não quero o espelho;
prefiro o gêmeo
que de tão idêntico, me contrapõe.
Geminialidade seria a ilusão dúbia da mesma coisa
ou a percepção una das lateralidades?
De qualquer forma, posso me dividir em metades
só pra poder completar...
ou posso só contemplar:
o incompleto é sempre lindo se for múltiplo
- poder experimentar do primeiro ao último
descobrindo-se em infinitas possibilidades.
.

2 bedelhos:

teo almeida disse...

essas infinitas possibilidades são, sim, muito excitantes. descobrir-se infinito em possibilidades através das frestas. ser um prisma de tantas faces, tantos lados, ser tantas arestas e ser um milhão de olhares.
no momento, eu tenho preferido buscar o que é integro e uno, o de uma face. há tanta fragmentação no mundo que meus olhos têm se virado com mais interesse para o que é simplesmente plano e não multi-lateral.

Rita Loureiro disse...

Cada comentário de Teo é mais uma poesia! Mas esse, realmente me cativou, estou como ele, o multiverso se tornou um lugar comum pouco visitado...

 

Copyright 2010 Verbo Intransigente.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.