18 de janeiro de 2012


Finjo aprazimento no parto acadêmico
pra camuflar o verdadeiro (des)prazer que,
voluntaria e atemporariamente, gesto:
versar sobre o que amo e o que me dói
- que são sinônimos,
mas não constam na bibliografia.
.

1 bedelhos:

Rita Loureiro disse...

já senti isso, sou um pouco como Florentino Ariza, do Amor nos tempos do cólera do gabriel garcia marquez, sempre que escrevo, mesmo que tenha que ser cientifico, sai algo de subjetivo...não sou a favor do não envolvimento

 

Copyright 2010 Verbo Intransigente.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.