21 de outubro de 2011


Morreu mais um tirano.
Comemoram os brancos, mulatos, azuis e vermelhos
sob as estrelas do céu ocidental.
Morreu mais um humano.
E as crianças cantam e dançam nas ruas
agitando bandeiras escarlates
que cheiram a hemácias putrefeitas.

De facas e armas nas mãos
o algoz é carregado como herói...
Lágrima rubra lava a terra
- leva todos consigo.
.

5 bedelhos:

Isama Hali disse...

Antes que alguém se confunda, eu sou absolutamente contra o assassinato de qualquer ser humano. Abram os olhos, não acreditem na mídia.

Anônimo disse...

A sua opinião é respeitada!!!
Eu continuo dizendo, em nome de todos aqueles q ñ tiveram nenhuma chance de defesa, q foram covardemente assassinados:"Morreu tarde!!! Demorou!!! Lamentàvelmente, demourou mt!...quantas vidas teriam sido poupadas, em troca da vida de um tirano, arrogante, lunático e genocida???...
Thelma Lima

Isama Hali disse...

E aqueles que o mataram eram o que, heróis? Não há bons e maus nas guerras... apenas vítimas. E assassinato é assassinato, independente do caráter de quem foi morto. Lavar sangue com sangue não é heroísmo... é exponenciar o ódio. Chega.

Mel disse...

Concordo, Hai, tipo plenamente. Embora eu ainda ache que para as vítimas do regime dele é muito trabalhoso lidar com a situação sem o sentimento de vingança.

teo almeida disse...

a hora em que um herói se ergue é a mesma hora que se levanta um tirano.

 

Copyright 2010 Verbo Intransigente.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.