13 de março de 2011


Poetas de gaveta, cantores de banheiro, bateristas de baterias imaginárias, percussionistas de mesa, flautistas de assobio, guitarristas de play station 2, dançarinos solitários, desenhistas de espelhos embaçados, moicanos de shampoo, tatuagens de henna, piercings de pressão, e a incurável falta coragem de confessar uma paixão quase pueril, quase infernal.
Porra, a felicidade é tão estupidamente óbvia e simples... e você aí, o relógio 5 minutos adiantado pra não se atrasar, já dorme de terno e gravata.
.
 

Copyright 2010 Verbo Intransigente.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.