22 de fevereiro de 2011


Ainda que não haja luz
que se faça a luz
nas cabeças, nos corações.
A luz dos olhos é a que menos importa.
.

20 de fevereiro de 2011

Durante um relacionamento, o volume de massa corpórea dos componentes da relação tende a aumentar.
Em depressão-pós-término, esse volume é minado, e o indivíduo perde o dobro do que havia ganho.
Após estabilização emocional, atinge-se o meio-termo.
O ciclo se repete ininterruptamente - até que, enfim, haja o casamento, no qual tal índice configura-se numa parábola ascendente, sem jamais tocar o eixo de inversão.
E assim, somos caloricamente felizes para sempre.

11 de fevereiro de 2011


Nada, exceto Deus, pode ser infinito e eterno ao mesmo tempo.
E nosso amor, meu bem, foi infinito.
.

7 de fevereiro de 2011


Não quero afogar minhas mágoas com ninguém
Sei nadar em lágrimas. Nado borboleta
Tal borboletas no aquário.
Só me afogo em você.
Sei nadar em lágrimas, mas não em dor.

Quando decretei a nossa infinitude
me condenei à sua eternidade.

O turbilhão de pensamentos e sentimentos que eu deveria tentar organizar agora apenas empapam os lençóis e o travesseiro - liquefeitos em sangue, traduzidos em dor.

Amor, fraturei meu metacarpo. Achei pouco.
.
 

Copyright 2010 Verbo Intransigente.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.